sobre o servico de cuidador

O que é Cuidador?

O Cuidador é o indivíduo que presta cuidados ao enfermo sendo que pode ou não ter vínculo familiar. Existem dois tipos de cuidadores: o formal e o informal (BRASIL, 1999b). O cuidador formal é um profissional preparado em uma instituição de ensino para prestar cuidados no domicílio, segundo as necessidades específicas do cliente (REJANE & CARLETTE, 1996); o cuidador informal, no entanto, é um membro da família ou da comunidade que presta cuidado de forma parcial ou integral.

Este indivíduo deve ser alfabetizado e possuir noções básicas sobre o cuidado do cliente e terá a função de auxiliar e/ou realizar a atenção adequada às pessoas que apresentam limitações para as atividades básicas e instrumentais da vida diária, estimulando a independência e respeitando a autonomia destas (BRASIL, 1999b).

O Cuidador na Mais Você Home Care

A Mais Você Home Care é uma empresa com uma equipe que contempla Cuidadores de Pessoas, e adotou um sistema de alta qualidade, baseado nas melhores práticas recomendadas pelo Ministério da Saúde e pela OMS – Organização Mundial da Saúde – relativos a cuidados de idosos, adultos e crianças.

Nossos Cuidadores são profissionais formados e treinados para prestar atendimento a pessoas que por circunstâncias transitórias ou definitivas, precisam de cuidados específicos. Eles fazem relato diário do atendimento a fim de manter os familiares informados. Uma Supervisora Técnica acompanha o cliente constantemente para avaliar a qualidade do atendimento e passar orientações ao Cuidador. Juntos, formamos uma equipe integrada para tornar a vida mais fácil para quem precisa de cuidado, carinho e atenção.

home care enfermeira

O que é Enfermagem domiciliar?

É o serviço prestado por equipe de enfermagem, supervisionada por enfermeiro titulado, a pacientes de baixa ou média complexidades, podendo estes pacientes ser acompanhados de 6 a 24 horas por técnico de enfermagem, bem como ser acompanhado pelos demais membros da equipe multidisciplinar, de acordo com a indicação técnica.

Indicações:
• Paciente clinicamente estável que necessite completar tratamento sob supervisão de enfermagem;
• Realização de curativos complexos;
• Treinamento do paciente ou do cuidador frente às suas novas condições, limitações e necessidades clínicas.

 

Veja também: